Traduza este blog

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Eu farei de ti uma grande nação; abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome; e tu, sê uma bênção. (Gênesis 12:2)

Quantas vezes já ouvimos a referência à citação bíblica que diz que o povo perece porque lhe falta conhecimento! É fato que todos querem ser abençoados, mas nem todos sabem como receber as bênçãos e poucos sabem o que significa abençoar. Quando Deus disse a Abraão que ele seria coberto de bênçãos, também disse a ele para ser um abençoador. Em geral, as pessoas reivindicam a primeira parte e se esquecem de também usar os dons que receberam para também abençoar outras vidas. Não é raro vermos dentro das igrejas as pessoas clamando por bênçãos e até mesmo testemunhando o quanto receberam, mas são poucos os que testemunham ser abençoadores. Isso porque a característica humana é a de pródigos para receber, mas quando se trata de dar são econômicos e cheios de desculpas: “não posso dar porque tenho pouco, porque estou atravessando dificuldades, porque estou esperando as coisas melhorarem...”. Entretanto, se os que assim afirmam conhecessem de fato a palavra de Jesus e vivessem realmente o Evangelho saberiam o que a sabedoria popular também apregoa “ninguém é tão pobre que não tenha algo para dar, assim como ninguém é tão rico que não tenha o que possa receber”. Quem não tem dinheiro pode dar atenção, um cuidado, uma palavra de conforto, uma ajuda imaterial... Somente os egoístas não encontram o que dar, ou alguém a quem possa retribuir as bênçãos que Deus tem lhe dado. A esses a Bíblia se refere como sanguessugas, como está em Provérbios 30:15-16 “A sanguessuga tem duas filhas: Dá e Dá. Estas três coisas nunca se fartam; e com a quarta, nunca dizem: Basta! A sepultura; a madre estéril; a terra que não se farta de água; e o fogo; nunca dizem: Basta!”

Assim como fez com Abraão, Deus nos criou para sermos canais de benção e vitória para outras pessoas. Precisamos observar que se às vezes pedimos bênçãos ao Senhor e não as recebemos, é justamente porque queremos para o nosso próprio deleite. Deus conhece o coração grato e solidário. É por isso que Davi afirmou: Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão. (Salmos 37:25).

Paulo afirma em 2 Coríntios 9:7b “porque Deus ama ao que dá com alegria”. E aquele que abençoa, certamente será multiplicadas vezes abençoado. A Bíblia nunca ensinou a reter as bênçãos, mas nos deu a palavra para abençoar, porque fomos abençoados por Deus. Quando ELE libera bênçãos sobre nós, sejam elas materiais, ou espirituais o Seu propósito é que por nosso intermédio essas bênçãos também alcancem outras pessoas. Se você tem apenas esperado pelas bênçãos sem pensar que deve ser antes de tudo um abençoador, está na hora de refletir sobre isso. Quem sabe encontrará a resposta para os seus questionamentos sobre o fato de que por mais que receba nunca está satisfeito, ou está sempre carente de algo. Comece a dar, lembre-se de agradecer e de retribuir, quem sabe assim sua vida mude e seja um testemunho inequívoco do que Deus quis dizer a Abraão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!