Traduza este blog

domingo, 15 de abril de 2012


“Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos e ele endireitará as tuas veredas. Não seja sábio aos próprios olhos; teme ao Senhor e aparte-te do mal.” Provérbios 3:5-7

Neste versículo há quatro grande conselhos de Deus para a nossa vida, nas palavras de Salomão. O primeiro dele nos diz para confiar Nele, o segundo deixa claro que não devemos confiar em nossa compreensão das coisas, pois somente Deus tem amplo e total conhecimento de tudo e só Ele pode enxergar o que é melhor para nós. Confiar significa entregar algo de valor. O que hoje temos de mais valor é a nossa vida, ainda que o mundo nos apresente o dinheiro, bens materiais, o poder como sendo mais importante. Salomão ainda diz no versículo 5: “não te estribes em teu próprio entendimento.” Estribar é se apoiar. Deus nos ensina que precisamos confiar somente Nele, entregar toda a nossa vida a Ele de todo o coração. Por isso não devemos nos apoiar no nosso próprio entendimento, ou seja, confiar em nossas próprias ideias e caminhos traçados de acordo com nossa vontade. A Bíblia diz em Jeremias 17: 5 “Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do Senhor.” Deus deixa claro que a nossa vida deve ser confiada a Ele e não a homem algum. O terceira conselho nos diz para reconhecer Deus em todos os nossos caminhos, para que Ele possa endireitar as nossas veredas. Vereda é rumo e quem coloca Deus no rumo da sua vida, terá esse rumo endireitado. Sabemos que as nossas decisões mudam o nosso rumo. Muitas vezes essa mudança entortou o rumo, em vez de endireitá-lo. A única forma de endireitar o rumo de uma vida torta, sem direção, é colocando Jesus Cristo no comando de nossas vidas. Reconhecendo Deus em nossos caminhos, a promessa Dele é endireitar as veredas. A sabedoria está em, no momento de decidirmos algo, perguntar: “Será que Jesus faria isso? Será que Ele tomaria essa atitude? Se a resposta é sim, se estiver de acordo com as orientações bíblicas e se forem confirmadas pelos líderes que Deus constituiu para nos orientar, então podemos ir em frente. Mas se for não, o melhor é mudar os planos, mesmo que isso nos desaponte no momento. Fazendo assim, estaremos reconhecendo Deus em todos os nossos caminhos e termos nossas veredas endireitadas. O quarto conselho é para que não sejamos sábios aos nossos próprios olhos e nos apartarmos do mal. Este versículo alerta as pessoas a não acharem que já sabem tudo e têm experiência suficiente para se garantirem. Quem pensa que já sabe de tudo, nunca está aberto a aprender mais. E muitas vezes é essa atitude arrogante e pretensiosa que leva a pessoa a se desviar e a cair na tentação do mal. Quem aprende de Deus, certamente se apartará do mal. Quem rejeita o ensinamento de Deus, provavelmente estará a mercê do mal.

Faça um exame e veja o que tem feito em relação a esses conselhos. A sua própria vida lhe dirá se tem obedecido a Deus ou se precisa voltar atrás e reconhecer que depende Dele para seguir em frente, para se manter de pé, ou até mesmo para se reerguer.











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!