Traduza este blog

segunda-feira, 7 de novembro de 2011



pois zelamos o que é honesto, não só diante do Senhor, mas também diante dos homens. (2 Coríntios 8:21)

Amado (a), ser cristão é, sobretudo, ser honesto em todos os sentidos possíveis.
Deus pede e merece honestidade e não aprova desonestidade em nenhuma circunstância. Muitos tomam as dificuldades, a pobreza como justificativa para atos ilícitos, mas exemplos vários mostram que não é essa carência que faz o homem ser desonesto. Mas a falta de caráter e o desrespeito á palavra de Deus. A pobreza material não justifica a desonestidade de alguém. Vemos que existem aqueles que encontram força moral para agir honestamente, mesmo em condições adversas. A honestidade não depende do quanto de dinheiro uma pessoa possui. As palavras de Jesus nos ensinam que “Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco, também é desonesto no muito. Assim, se vocês não forem dignos de confiança em lidar com as riquezas deste mundo ímpio, quem lhes confiará as verdadeiras riquezas?” (Lucas 16. 10-11). Quem segue a Cristo não encontra justificativas para não agir honestamente e não muda sua forma de ser, quando a situação se altera. O cristão genuíno honra a palavra empenhada, mesmo sem documentos ou testemunhas. Ser honesto significa, antes de tudo, ser honesto consigo mesmo e não trair os próprios valores. Não assumir determinada culpa e jogá-la em outra pessoa é sinal de desonestidade e isso não agrada a Deus. Vejamos o exemplo do Rei Saul que tentou justificar sua desobediência por colocar a culpa em outros. O resultado é conhecido: Deus o rejeitou como rei e passou seu trono a outro. Observe que, apesar de todas as falhas, Davi era honesto consigo e aprendeu a assumir suas culpas



A Bíblia nos ensina que a desonestidade traz uma dura conseqüência, embora seja louvada pelo mundo que parece valorizar quem a pratica em detrimento daqueles que agem honestamente e são tidos como tolos. Vemos que as riquezas conquistadas desonestamente não duram. A Bíblia diz em Provérbios 21:6 “Ajuntar tesouros com língua falsa é uma vaidade fugitiva; aqueles que os buscam, buscam a morte.”

Amado(a), ser honesto em todas as ocasiões pode ter seu preço, mas a consciência limpa não tem preço. No final das contas, ser honesto e justo traz a maior das recompensas. A verdade é que poder dormir tranquilamente e saber que contemplará a face de Deus aquele que age honestamente não tem preço. Por que correr o risco de perder esse bem maior, valendo-se da desonestidade só para salvar as aparências ou obter alguma vantagem ilegal? Seja qual for o desafio que tenhamos de enfrentar, podemos confiar nas palavras do salmista: “Feliz o varão vigoroso que pôs a sua confiança em Deus e que não virou a sua face para os insolentes, nem para os que se desviam para as mentiras.”(Salmo 40:4).

Amado(a), se em algum momento você for tentado a agir desonestamente, reflita nas palavras bíblicas e lembre-se sempre de que Deus prefere a nossa honestidade às nossas ofertas. A Bíblia diz em Provérbios 21:3 “Fazer justiça e julgar com retidão é mais aceitável ao Senhor do que oferecer-lhe sacrifício.”



Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!