Traduza este blog

segunda-feira, 31 de outubro de 2011



Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;
(Mateus 6:9-10)

Amado (a), sabemos que a palavra de Deus é verdadeira, que nem uma única promessa pode falhar, que Ele é fiel de geração em geração, que é bom e quer que Seus filhos orem e esperem respostas às orações. Mas pode acontecer uma oração que fica sem resposta e essa oração às vezes dá margem á dúvidas e questionamentos acerca da resposta do Senhor. Não duvidamos de que se nossa petição estiver de acordo com a vontade Dele, devemos obtê-la, mas nem sempre sabemos orar "Seja feita a Tua vontade!". Nem sempre estamos dispostos a esperar e a conhecer a Sua vontade e as coisas permitidas por ela. quantos de nós nos perguntamos se Deus responderá a nossa oração. E quantos cristãos não estão confusos e se condenam por não serem capazes de produzir resposta a uma oração desesperada. O salmista nos dá a resposta neste versículo e nos assegura que nossa oração será atendida, entretanto é necessário esperar no tempo do Espírito Santo. No tempo do próprio Deus, e assim todas as nossas orações serão respondidas de uma maneira ou de outra. O problema é que nossa fé tem sido desperdiçada em pedidos que não estão amadurecidas, que nem nós mesmos temos certeza de que de fato queremos para nossas vidas. E Deus sabe, por isso nos deixa na espera, até mesmo para que amadureçamos nossos desejos e para que possamos aproveitar as bênçãos concedidas quando nos forem entregues.
As promessas já foram proferidas, a posse delas é uma questão de tempo e amadurecimento. Preparemo-nos, então para recebê-las.

Graça e Paz!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!