Traduza este blog

segunda-feira, 3 de outubro de 2011



O Senhor é a minha força e meu escudo;nele confiou o meu coração e fui socorrida; pelo que o meu coração salta de prazer e com o meu canto o louvarei. (Salmos 28:7)


Amado(a), temos muito mais motivos para agradecer do que para pedir ou reclamar. Essa é uma compreensão que o salmista tinha e que não é compartilhada por todos os filhos de Deus. Temos encontrado muito mais pessoas que se esquecem das maravilhas que Deus fez em sua vida do que pessoas que se lembram de começar e encerrar o dia dando graças ao Senhor. Não precisamos de grandes milagres para fazer isso. Basta reconhecermos o milagre da vida e o plano de salvação. Quem sabe ser agradecido jamais fica triste, ainda que passe por lutas temporárias, pois sabe que até mesmo essas circunstâncias são usadas por Deus para nos fortalecer e nos catapultar a ações maiores. Mas o ingrato que, em geral, age assim com Deus e estende sua ingratidão ao próximo nunca está satisfeito. Sua aparência carrancuda é revelada instantaneamente ao menor sinal de ver atendido os seus desejos. Da mesma forma que vira as costas para Deus, sem se lembrar de agradecer até mesmo por não ter lhe dado o que pediu, também se volta contra quem está próximo e desfere-lhe a hostilidade e amargura. Mas o coração agradecido salta de prazer e aformoseia o rosto. É fácil reconhecer uma pessoa grata. Ela sempre tem testemunhos a dar, mesmo que não sejam os grandes e portentosos feitos que o ingrato está esperando para, um dia, caso ocorra, anunciar em grande estilo. O que reconhece que Deus é sua força e sue escudo agradece pelas mínimas coisas e não espera ocasiões especiais. Faz isso sempre, com o coração aberto. Temos constatado que aqueles que não sabem fazer isso estão sempre amargurados, murmurando contra os que lhe estendem as mãos e por estar sempre insatisfeitos jamais conseguem estabelecer vínculos profundos com Deus, com os amigos, nem mesmo com o cônjuge.

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!