Traduza este blog

segunda-feira, 17 de outubro de 2011





“Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis ante os porcos as vossas pérolas" (Mateus 7:6).

Amado(a), Jesus usa as palavras "cães" e "porcos" para nos mostrar a inutilidade de tentarmos oferecer algo de grande valor a alguém incapaz de apreciá-lo. O que é santo refere-se aos sacrifícios do Velho Testamento, que só os sacerdotes podiam comer, conforme está registrado em Êxodo 29:23 e Levítico 2: 3. Jesus refere-se ao fato de que o significado especial deste alimento sagrado seria totalmente perdido num cão que simplesmente o engoliria sem saboreá-lo mais do que se fosse um pedaço de lixo podre. De igual modo não adianta tentar ensinar aos porcos o valor especial das pérolas. Ninguém espere nenhuma gratidão de cães e porcos se receberem um tratamento especial. Por analogia, podemos entender que Jesus está nos ensinando a não esperar retribuição, ou agradecimento de pessoas que não amadureceram o suficiente para compreender a mensagem do Evangelho. Infelizmente, há pessoas que, mesmo tendo vivido a experiência de conhecer a palavra e o poder libertador e purificador que ela traz, preferem viver na imundície do mundo. Há quem prefira trocar a honra e a dignidade de uma família cristã que colhe as bênçãos diretamente do Senhor por migalhas que o mundo oferece, por uma vida indigna e miserável, que não traz paz, nem reconhecimento. A estes é difícil agradar porque estão cegos diante da luz.
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!