Traduza este blog

sexta-feira, 7 de outubro de 2011



Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça. (Efésios 1:7)


Amado(a), por mais que nos esforcemos, não há como mudar o passado. Existem coisas que não podem ser mudadas, o passado é algo que nos assusta e que às vezes nos aprisiona. Mas se não podemos mudar o passado, precisamos saber que podemos alterar as conseqüências do que fizemos no passado conforme nos posicionamos no presente. Se falhamos com alguém no passado, não precisamos persistir no erro, ainda que não apaguemos as conseqüências do nosso ato.
Deus em sua infinita misericórdia sempre pode trazer uma nova vida, uma nova história, um novo começo. Em Deus temos a força para transformar nossas vidas e torná-la muito mais bela, se entregarmos o passado a Jesus.
Mas o primeiro passo para deixarmos o passado de lado é aceita-lo, pois a experiência do perdão começa conosco para depois atingir o outro.
Quando escolhemos não perdoar, optamos por não amar. Perdoar é um ato concreto de amor. A falta de perdão adoece a alma, suga a nossa energia e nos torna tristes e amargos. Não há ser humano que não precise dar ou pedir perdão. O ato de amar não é isentar-se de erros, mas sim a capacidade de superá-los.

Amado(a) não perca mais tempo! Comece pedindo a Deus que lhe fortaleça o coração para conseguir perdoar a quem lhe feriu. Ainda que a mágoa seja grande demais, ela não será maior do que misericórdia de Deus. Conte para Ele o que está lhe incomodando e com toda certeza Ele irá ajudá-lo a tirar esse peso de coração.
Graça e Paz!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!