Traduza este blog

quarta-feira, 24 de agosto de 2011



"Por isso, não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente, não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas." (2 Coríntios 4:16-18)

Amado(a), é natural, em momentos difíceis, ficarmos fragilizados em nossos sentimentos, deixando surgir o sentimento de auto-piedade, darmos espaço à ansiedade, ao mau humor ou à tristeza, à ira e até ao desejo de vingança. Mas nesses momentos precisamos tomar a atitude de deixar Deus tratar dos nossos sentimentos. É fundamental que entreguemos os nossos sentimentos , com sinceridade e disposição para deixar que Ele nos trate. Mas é essencial que tenhamos disposição para aceitar o tratamento que Ele prescrever, buscando Nele o tratamento para os nossos sentimentos. O erro de muitos e que leva ao fracasso tanto na vida cristã, como na vida secular é justamente a falta de diligência em fazer o que Deus nos orienta em Sua Palavra. Jesus nos deu o exemplo de como proceder nos momentos difíceis. Na noite mais terrível de sua vida, Ele não deixou de obedecer e não reclamou do Pai. Outra coisa que é preciso ser feita nesses momentos é buscar a presença de pessoa que nos amam e que podem nos ajudar a seguir em frente. É preciso nos rodear de amigos verdadeiros e irmãos em Cristo, não de amigos mundanos ou pessoas oportunistas. Infelizmente, muitos, quando estão enfrentando lutas, além de se afastarem da igreja, deixam-se rodear de inimigos do evangelho, de quem os afasta da presença de Deus, em vez de buscar apoio naqueles que podem lhes dar o alicerce cristão.
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!