Traduza este blog

quinta-feira, 25 de agosto de 2011



"Assim como a água reflete o rosto, o coração reflete quem somos nós." (Provérbios 27:19)




Amado(a), o coração revela o nosso eu real - quem somos de verdade, não o que os outros pensam que somos ou que as circunstâncias nos forçam a demonstrar. E nosso coração é conhecido por Deus. Muitas vezes apresentamos uma imagem pública e no nosso íntimo somos totalmente diferente. Quantas vezes representamos aquilo que não somos e isso nos deixa frustrados. Na verdade, por mais que tentemos, não conseguimos enganar a nossa própria consciência. O escritor Augusto Cury, ao tratar da personalidade de Jesus, fez essa constatação, no livro “O mestre dos Mestres” “Aquele que é infiel à sua própria consciência, tem uma dívida impagável consigo mesmo.” Isso é mais que evidente na vida de celebridades que aparecem na mídia com um glamour que não se sustenta na sua intimidade. É visível nas garotas que precisam do foto shop e de se mostrarem atraentes e felizes para “clientes” que pagam por aquilo que não existe na realidade. É notório para aqueles que vendem a própria consciência pelo dinheiro, status ou poder, que sabemos ser temporário e que não preenche o vazio. Pode não ser explícito no contato inicial, quando uma pessoa tenta mostrar o que não é, mas jamais fica escondido, porque, com o tempo as coisas se mostram como são de fato e, conforme lembra K.G “As aparências não enganam. Para quem sabe observar, cada homem traz estampado no rosto a descrição de sua alma.”
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!