Traduza este blog

quarta-feira, 31 de agosto de 2011



“Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites.” (Tiago 4:3)



Amado(a), temos visto que o egoísmo é a causa principal dos problemas que há entre pessoas. Muitos entram em um relacionamento visando o que ganhará com isso e não o quanto poderá ser edificado nessa relação. Quem age assim com o irmão, com o companheiro, com o colega de trabalho, não age diferente com Deus. Alguns vão à Igreja para receber, dificilmente para dar, para louvar, para cultuar. Congregam apenas quando lhes convém, quando têm algo a receber. Por conta dessa ação egoísta, muitas vezes os pedidos não são atendidos, porque Deus conhece e sonda os corações. A Igreja, os irmãos, ou a Bíblia na carregada para o culto aos domingos não podem servir de escudo para ações egoístas, para servir de álibi àqueles que se dizem evangélicos apenas quando isso lhe beneficia. Deus espera um engajamento genuíno á sua obra e um comprometimento que não permite “senões” e “ talvez”. Deus espera que os Seus filhos sejam legítimos embaixadores de Sua palavra em todo o tempo e lugar e ao pleitearem algo que seja para o bem comum e não apenas para prazeres pessoais. Mas a Bíblia nos mostra que o egoísmo tem remédio. Paulo nos ensina em Gálatas 2:20 “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.”
Amado(a), que possamos viver como legítimos herdeiros de Cristo, não só de suas bênçãos, mas também de sua missão.
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!