Traduza este blog

quarta-feira, 6 de julho de 2011




"E tudo quanto fizerdes, fazei-o de coração, como ao Senhor, e não aos homens... Pois quem faz injustiça receberá a paga da injustiça que fez; e não há acepção de pessoas." (Colossenses 3: 23 e 25).




Amado(a), vivemos hoje um tempo em que as aparências contam mais do que nossa verdadeira essência. É o tempo do foto shop, da exposição à mídia, do ter em detrimento do ser. Mas, se analisarmos as Escrituras, veremos que esse comportamento não agrada a Deus. Em I Samuel 15.7, lemos: “Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê como vê o homem. O homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração”. Quantas vezes fazemos de tudo para conquistar uma posição, um poder, uma imagem e nos esquecemos de que, ao contrário do que diz a máxima maquiavélica: os fins não podem justificar os meios. Muitos, para obterem status ou poder acabam vendendo a própria alma e não se lembram de que nossa condição terrena é temporária. Muitos escondem o verdadeiro caráter sob uma máscara que engana por algum tempo, mas jamais pode enganar a Deus. A Bíblia nos exorta a buscar o caráter de Cristo e isso significa valorizar o que somos de fato e não o que parecemos ser diante dos homens. No Sermão do Monte, Jesus nos ensina a desenvolver o caráter cristão e nos incentiva a cultivar algo em oculto, que molde o nosso caráter mesmo em detrimento da reputação, que poderia ser muito beneficiada com o resultado desses comportamentos.
Isso significa que devemos ser autênticos e sinceros, ainda que isso incomode ao mundo. Jesus nos ensina em Mateus 6: 1-3 “Guardai-vos de praticar os vossos atos de justiça diante dos homens, para serdes vistos por eles. Se o fizerdes, não tereis galardão justo de vosso Pai que está nos céus...Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz à tua direita”.
Amado(a), nós temos uma tendência a nos preocupar em construir uma boa imagem perante os homens e não refletimos sobre o quanto isso acabará por nos confrontar com verdades de Deus que teremos de desobedecer para agradar as pessoas.
Para você o que vale mais: a opinião das pessoas a seu respeito ou a opinião de Deus?
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!