Traduza este blog

sábado, 16 de julho de 2011

Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento. (1 Coríntios 14:20)

Amado(a), a Bíblia a nos ensina a agirmos como as crianças. A aprendermos com elas a pureza de sentimento e a orar com sinceridade, mas a crescermos na fé e a buscarmos a edificação diária. Quando temos o coração puro, desarmado para as conveniências do mundo, chegamos a Deus inteiros, sem muros ou frestas que nos impendem a passagem ao Seu Trono. Deus conhece nosso coração e sabe de nossas intenções antes mesmos de Lhe pedirmos algo. Sabe quando estamos sendo egoístas ou imaturos ou quando pedimos precipitadamente por algo do qual viremos a nos arrepender, por isso nem sempre nos atende de imediato até que possamos abrir os olhos e entender as Suas razões. Contudo, muitos agem como crianças, não na pureza das intenções, mas na imaturidade e na estultícia. Como crianças rebeldes, não aprendem com os próprios erros, não aceitam conselhos dos mais experientes, preferem colocar a culpa nos outros e nos problemas e passam a vida sem amadurecer. Deus nos ensina a ser como crianças na pureza do coração e na intenção sincera, sem contaminação com os interesses do mundo, mas espera que cresçamos na fé e no compromisso de buscarmos a estatura de Cristo. Mas pode ser que Deus permita que nossas orações egoístas até sejam atendidas para que venhamos a compreender que nada é mais precioso do que gozar de Sua presença e que tudo o mais é dispensável se nos afasta Dele.

Amado(a), se sua oração não tem sido atendida, conforme sua expectativa, faça um exame e veja se ela está de acordo com a vontade de Deus. Se ela o aproxima do Reino de Deus, ou se é apenas mais um desejo imaturo e prematuro que, se atendido, irá afastá-lo(a) do Senhor.

Graça e Paz!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!