Traduza este blog

sábado, 7 de agosto de 2010




“O óleo e o perfume alegram o coração; assim é o doce conselho do homem para o seu amigo. Não abandones o teu amigo, nem o amigo de teu pai; nem entres na casa de teu irmão no dia de tua adversidade. Mais vale um vizinho que está perto do que um irmão que está longe.” (Provérbios 27:9-10)


Amado(a), a Bíblia apresenta diversas passagens sobre a importância da amizade e sobre as características de uma amizade genuína. Em Provérbios 17:17 Salomão ensina “Em todo o tempo ama o amigo; e para a angústia nasce o irmão.”
O melhor amigo que podemos ter é o Senhor Jesus. Nele devemos nos apoiar “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas chamei-vos amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos dei a conhecer.” (João 15:15). E espelhados no exemplo de Jesus, devemos escolher amigos que amem ao Senhor e que tenham corações puros. A Bíblia diz em 2 Timóteo 2:22 “Foge também das paixões da mocidade, e segue a justiça, a fé, o amor, a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor.”
Deus nos criou para vivermos em comunhão, por isso precisamos sempre manter os nossos amigos. A Bíblia diz em um amigo que se preocupa conosco deve ser honesto mesmo que nos ofenda. A Bíblia diz em Provérbios 27:6 “Fiéis são as feridas de um amigo; mas os beijos de um inimigo são enganosos.” (Efésios 4:2) e em Provérbios 27, 6 " A bofetada do amigo é leal, mas o beijo do inimigo é mentiroso".
Vejamos alguns versículos que falam sobre amizade:
Segundo o livro dos Provérbios as características de um mal amigo, de quem se deve fugir, são: violência (Pv 22. 24-25), intemperança (Pv 23.20), rebeldia (Pv 24.21), falsidade (Pv 27. 5-6), bajulação (Pv. 28.23), difamação (Pv 16.28), criação de contendas (Pv 6 16-19).
Provérbios apresenta também as características de uma amizade saudável, as quais todo cristão deve cultivar em suas relações. São elas: Lealdade (Pv 27.10; Pv 17.17), aconselhamento mútuo (Pv 27.9; Pv. 12.26) perdão (Pv 17.9), honestidade (Pv 27. 5-6), utilidade para o aperfeiçoamento (Pv 27.17) e reconhecimento de Limites (Pv 25.17; 26. 18-19).

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!