Traduza este blog

quarta-feira, 21 de julho de 2010







“Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânime para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento”. (II Pedro, 3: 9)


Amado(a), muitas vezes pensamos que Deus não nos tem ouvido e que aquilo que nos foi prometido está demorando a chegar. Mas é preciso saber que, se a promessa vem de Deus, ela virá e que o tempo de Deus não é o nosso tempo. Porque Ele nos conhece, sabe o momento certo de nos entregar as bênçãos. Porque é onisciente, conhece o nosso coração e sabe que entregando uma bênção sem que estejamos preparados iremos desperdiçá-la. Mas o certo é que só enxergamos isso quando deixamos a ansiedade de lado e olhamos com atenção as coisas que nos acontecem. Muitas dores, desencontros e reencontros servem para nos mostrar os caminhos de Deus, quando deles nos desviamos. Nada é por acaso. Há propósitos para tudo debaixo do sol, diz o sábio. E Pedro nos ensina que o caminho mais curto para chegarmos ao coração de Deus e obter Dele nossas petições é o arrependimento. Ele não quer que pereçamos, e espera de nós um sinal, uma abertura para que entre e faça morada em nossas vidas. Mas não podemos nos esquecer que Ele não divide espaço: se escolhemos servir a Deus, o pecado não pode fazer parte de nossa vida, sob nenhuma justificativa.

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!