Traduza este blog

sexta-feira, 16 de julho de 2010




“Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará" (Gálatas 6:7)

Amado(a), nós colhemos o que plantamos. Tudo em nossa vida tem consequências e não estamos livres delas. Nossas atitudes de hoje se refletirão em nossa vida amanhã. E isso vale para a nossa vida espiritual, emocional, financeira, profissional...
Se não administramos bem nossos recursos, amanhã, provavelmente, eles nos faltarão. Se não cultivamos as boas amizades, pode ser que amanhã nos encontremos sozinhos. Se não depositamos em Deus nossa confiança, se nossos alicerces estão em coisas vãs e passageiras, não podemos esperar um amanhã seguro.
Somos responsáveis por nossas escolhas e sabemos que Deus nos dá liberdade de optar entre Ele e o mundo, mas sabemos, com sofrimento que as conseqüências de uma escolha insensata são amargas. O que nos parece bom, pode ser uma armadilha, quando temos os olhos e os ouvidos fechados para os sábios conselhos. Quem se aconselha no mundo, colhe os frutos do mundo. Quem se firma na palavra não se desaponta. Essa é uma constatação óbvia e que a Bíblia nos mostra muito claramente por meio de seus profetas.
O homem insensato colhe os frutos amargos, mas o sábio se regozija nas bênçãos de Deus.
Amado(a), não é preciso errar mais e sofrer as conseqüências desses erros, basta aprender com os erros passados, ou se espelhar nos inúmeros exemplos de pessoas que estão colhendo o que plantaram. Se você semear amor, colherá amor, se semear ódio, colherá ódio. O amor e o ódio são apenas exemplos extremos, mas há outras sementes daninhas que não devem ser cultivadas: a indiferença, o desafeto, a intolerância, a negligência, a falta de consideração,os maus tratos...
Há quem semeie essas pragas e não se dá conta de que irá colher seus frutos. Portanto, cuidado com o que você tem semeado!
Graça e Paz!

2 comentários:

  1. A quem postou o texto.
    Gostaria de enfatizar que esses textos são, para mim, alimentos para o espírito.
    No entanto, me pareceu confuso o comentário: Se não administramos bem nossos recursos, amanhã provavelmente, eles não faltarão. Ah, conforme as novas regras da língua portuguesa o trema (¨) não se usa mais.
    Muita graça e paz!

    ResponderExcluir
  2. Olá Edinaldo,

    Você tem razão: passou um não nessa frase. A versão correta é: se não administrarmos bem nossos recursos, amanhã, eles nos faltarão. Houve uma correção automática também com relação ao trema.
    Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir

Agradecemos o seu comentário!