Traduza este blog

quinta-feira, 8 de julho de 2010




E, respondendo Jesus, disse: Não foram dez os limpos? E onde estão os nove? (Lucas 17:17).


Amado(a), neste versículo, Jesus está nos chamando a atenção para um aspecto de nosso comportamento como filhos, membros e irmãos: a capacidade de sermos gratos.
Dez foram contemplados com o mesmo milagre, mas só um voltou para agradecer. Quantas vezes não temos nos comportado como os nove, tanto em relação a Deus, quanto em relação ao nosso próximo? Ninguém há nesse mundo, nem mesmo a mais miserável das criaturas que não tenha o quer dar graças. Basta acordamos para reconhecer que temos de graça a vida, ainda que cheia de tribulações. Nós, cristãos, mais ainda temos o que agradecer, pois somos salvos e temos o cuidado constante de nosso Pastor, que mesmo permitindo as lutas faz com elas nos impulsione ao crescimento para atingirmos a estatura de Cristo.
Amado(a), quantos de nós tem recebido bênçãos do Senhor, vindas pelas mãos de irmãos, de amigos e até mesmo de desconhecidos, mas não nos voltamos para agradecer, agindo como os nove? O ingrato atribui suas vitórias a ele mesmo, e não a Deus e não reconhece que, sem Ele, talvez não estivesse nem vivo. Em geral, esquece com muita facilidade, não as coisas ruins, mas as coisas boas que fizeram por ele. Por não saber reconhecer a grande dádiva divina, vive no “seu mundo”, buscando apenas os seus próprios interesses. É um tipo de pessoa que se torna cega para o amor (e doação) de quem está ao lado. Outra característica da personalidade do ingrato é a desobediência que leva a rebeldia… e a infidelidade.
Como o ingrato acha que sabe das coisas, normalmente, não ouve e nem aceita conselho de ninguém, ou a se submeter a autoridade, porque ele realmente acredita que sabe o que é melhor para si.
Quando temos um coração grato, abrimos as portas para novas bênçãos, porque nos esvaziamos do sentimento de onipotência e reconhecemos nossa dependência de Deus, sabendo que Ele usa o nosso próximo para nos abençoar.
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!