Traduza este blog

quinta-feira, 1 de julho de 2010




"Então vocês clamarão a Mim, virão ORAR A MIM, e EU OS OUVIREI. Vocês Me procurarão e Me acharão quando Me procurarem de todo o coração". (Jeremias 29:12, 13.)


Amado(a), a Bíblia nos mostra em vários momentos que a nossa arma contra todos os males é a oração. Ela pode nos ajudar a edificar uma forte relação com Deus e uma vida cristã dinâmica. Ela é a nossa ligação com Deus. Orar nada mais é do que conversar com o Pai. E Deus nos deu autorização expressa para falarmos diretamente com Ele sem necessidade de agendamentos ou de intermediários. Mas o segredo é buscá-Lo de todo o coração.
Em Lucas 11:9, Jesus nos dá a garantia de que Ele nos ouve e responde as orações "Por isso lhes digo: Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta".
A oração é uma conversa que envolve falar e ouvir. É isso o que Jesus promete: "Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo". (Apocalipse 3:20). Muitos têm negligenciado o poder da oração e levado suas vidas de forma mecânica, sem um propósito, esperando que Deus vá ao seu encontro e lhes entregue o que desejam. Tiago 4:8 nos mostra porque as bênçãos não chegam e nos ensina o que fazer "Aproximem-se de Deus, e Ele se aproximará de vocês!"
E em I Pedro 5:7 temos a exortação: "Lancem sobre Ele toda a sua ansiedade, porque Ele tem cuidado de vocês". Se você se sente ansioso, estressado ou culpado, coloque tudo diante do Senhor. Só assim, então, Ele pode suprir todas as nossas necessidades.
Quando Moisés orou, o Mar Vermelho se dividiu. Quando Elias orou, fogo desceu dos céus. Quando Daniel orou, um anjo fechou a boca dos leões. Quando Ana orou ela se tornou fértil. A Bíblia nos apresenta muitos outros relatos de orações respondidas. E ela nos recomenda a oração como a forma de nos apoderarmos do poder infinito de Deus. E se Jesus promete em João 14:14:"O que vocês pedirem em Meu nome, Eu farei". Certamente, Ele fará, porque não é homem para mentir.
Espere pacientemente em Deus e ao Seu tempo Ele atenderá. Jesus ilustrou a necessidade de perseverarmos em nossos pedidos contando a história de uma viúva insistente que sempre trazia seu pedido diante de um juiz. Até que um dia o juiz se incomodou: "Está viúva está me aborrecendo; vou fazer-lhe justiça". Então, Jesus concluiu: "Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a Ele dia e noite? Continuará fazendo-os esperar?" (Lucas 18:5, 7).
Amado(a), a palavra é perseverança. Você é fruto da perseverança de alguém que tem orado por você, mesmo que não saiba, ou reconheça. Alguém que, como Davi afirma com segurança: "Esperei confiantemente pelo Senhor; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro". (Salmo 40:1)

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!