Traduza este blog

terça-feira, 22 de junho de 2010



Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. (Salmos 127:1.)

Amado(a) todos nós fazemos planos, vivemos expectativas e estamos de alguma forma empenhados na execução de um projeto -- desenvolver uma profissão, formar uma família, construir algo digno, ser reconhecido... Entretanto, em tudo o que quisermos fazer não podemos deixar Deus de fora, sob o risco de fracassarmos ou de nos frustrarmos, sabendo que sem Ele jamais atingiremos os objetivos. O salmista está nos dizendo que somente somos vitoriosos quando colocamos Deus nos nossos projetos de vida, e damos a Ele o controle de nossas vidas, deixando que nos oriente em tudo o que nos propusermos a fazer.
Sem Deus nada prospera, ainda que pareça bom aos olhos do mundo, pois quem semeia sem o Senhor ajunta em cesto sem fundo. Essa é a grande constatação e sobre a qual muitos não querem refletir. E infelizmente as pessoas têm se deixado envolver pelas ardilosas sugestões de satanás e se esquecido de que Deus é quem deve ser o centro de qualquer coisa que venhamos a edificar. E a casa que habitamos deve ser edificada tendo o Senhor como arquiteto, pois ela é o espaço de comunicação, comunhão, convivência e afetividade de seus membros. O ser humano deseja encontrar um lugar de refúgio, de convivência e de paz. E isso só é possível, quando edificamos nossa casa na base sólida. Para que nossos lares sejam esse lugar de referência é preciso colocar Cristo como o centro de reconciliação da vida e reintegrador da comunhão com o Pai, pois não bastam bens, pertences e valores na vida de algumas famílias. É necessária a presença transformadora de Jesus, aquele que tudo transformou nas Bodas de Caná da Galiléia. Mas é preciso lembrar sempre de que Ele só fez a transformação porque foi convidado a estar lá. Se não convidarmos o Senhor para estar em nossos lares ele jamais será transformado.

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!