Traduza este blog

domingo, 13 de junho de 2010




"Todas as veredas do SENHOR são misericórdia e verdade para aqueles que guardam a sua aliança e os seus testemunhos. (Salmos 25:10)


Amado(a), observe que o salmista inicia esse versículo enfatizando que todos os caminhos do Senhor são benéficos, mas deixa claro que a sua misericórdia é para aqueles que guardam a sua aliança e vivem conforme a sua palavra. Aliança é pacto, é promessa que não pode ser quebrada e quando fazemos um compromisso não devemos banalizá-lo ou nos esquecer do que nos propusemos. Por isso os compromissos só devem ser assumidos quando estamos seguros de que os cumpriremos. Isso vale para os votos feitos entre os homens, mas e principalmente, entre os homens e Deus. Ele não se esquece de seus compromissos conosco, por isso Paulo afirma em Hebreus 10:23 “Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu”.
Amado(a), se Deus prometeu algo a você, se mais de uma vez a palavra recebida foi confirmada e você sabe que ela vem do Senhor e não da boca do homem, creia. Ele cumprirá. Se ela ainda não se cumpriu, você pode ter responsabilidade nisso. Se tem se desviado de suas veredas, se não tem guardado as promessas em seu coração e permitido que o inimigo coloque atalhos em seu caminho, que sussurre sugestões de derrota ou seduções que venham postergar a entrega de suas bênçãos, não culpe Deus. Ele continua fiel e justo e só você pode escolher: receber ou não as bênçãos, receber já, ou adiar mais enquanto não se decide pelas veredas da justiça e aceitar a misericórdia de Deus.
Mas você pode, neste momento, dobrar seus joelhos e confessar o seu desejo sincero que não quebrar a aliança do Senhor e receber brevemente, no tempo de Deus, as promessas que Ele tem para você.
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!