Traduza este blog

domingo, 30 de maio de 2010

Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei. (Salmos 91:15).

Amado(a), nesse versículo lemos uma asserção que nos faz refletir sobre o quanto é importante confiar em um Deus que atende os Seus filhos e ouve o seu clamor. O salmista nos lembra das promessas do Senhor para quando estivermos angustiados. E estar neste estado não é algo incomum. O próprio Jesus esteve angustiado, no Getsemani. A angústia é um sentimento de espera de alguma coisa que não sabemos nomear, ou definir. Não há como explicar esse sentimento, só quem o sente sabe como o é. A Bíblia nos mostra várias passagens que falam da busca, da angústia, e dessa falta. Jesus, homem, sentiu angústia ao ponto de suar sangue. Angustiar-se é algo humano, mas Jesus, Deus, Espírito Santo Consolador, nos conforta afirmando: “Quando estiveres em angústia, e todas estas coisas te sobrevierem nos últimos dias, e te voltares para o Senhor, teu Deus, e lhe atenderes a voz, então, o Senhor, teu Deus, não te desamparará, porquanto é Deus misericordioso, nem te destruirá, nem se esquecerá da aliança que jurou a teus pais”. (Deuteronômio 4:30-31). Essa é uma promessa do Senhor para quando nos sentirmos angustiados. Entretanto, na angústia o homem se depara com duas opções: entrar em depressão ou a clamar por Jesus. É nesse momento que a comunhão, que o apoio dos irmãos funciona como uma terapia para sairmos deste estado “Suportai-vos uns aos outro.”, ensina Paulo em Colossenses 3:13.
Amado(a), se você está vivendo momentos de angústia, saiba que Deus ouve o seu clamor. Suas orações estão sendo respondidas no tempo Dele e não no seu. Não deixe de buscar a Sua presença. Ele toma as suas dores, os seus problemas, as suas inquietações e lhe mostra um caminho sobremodo excelente. Levante a cabeça e enxugue as lágrimas, pois a vitória se aproxima. Pare de ouvir outras vozes para ouvir somente a voz do Senhor. Ele tem colocado anjos em seu caminho, Ele tem designado pessoas para lhe tirar do abismo, para que bem cedo possa afirmar: ”Eu me alegrarei e regozijarei na tua benignidade, pois tens visto a minha aflição, conheceste as angústias de minha alma”(Salmos 31:7)
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!