Traduza este blog

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar;” (I Pedro 5:8)

Amado(a), se prestarmos mais atenção aos sinais, veremos que nada é por acaso em nossa vida. Veremos que todas as coisas de Deus têm um propósito, e saberemos como satanás também não perde tempo em seu plano de destruir a criação divina. A astúcia do diabo é conhecida por todos nós em II Corintios 11: lemos “Mas temo que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos e se apartem da simplicidade e da pureza que há em Cristo.” O diabo também usa seu conhecimento das coisas naturais para confundir os escolhidos por Deus como podemos ler em II Tessalonicenses 2:9 “a esse iníquo cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás com todo o poder e sinais e prodígios de mentira,”.
É preciso conhecer nosso inimigo para não nos deixarmos vencer por ele. Mas antes é necessário termos a verdadeira consciência de que ele já está derrotado e que a ressurreição de Cristo consumou sua derrota. O que ele faz é blefar para enganar os homens e desviá-los do caminho do Senhor. O caminho da salvação e da vida eterna na glória de Deus. E não pensem que ele se apresenta como uma figura horrenda. Com sua astúcia, ele se mostra sedutor, carente ou agradável, na figura inofensiva de quem pode oferecer o melhor. Mas a grande verdade é que ele não entrega nada do que oferece e aquilo que aparentemente vem como benefício acaba sendo o infortúnio de muitos. Dinheiro, fama, poder, mulheres... Tudo que não provém do Senhor e que se mostra como algo promissor, bem cedo se vai, levando a paz e a alegria que não sobrevive, porque não procede de Deus. E com ela a força e a dignidade daqueles que não se preparam para resistir às investidas de satanás. O diabo não é onipotente, mas trabalha na mente das pessoas que se deixam cegar por ele e seus demônios. O diabo não é onipresente faz crer que pode estar em todos os lugares e controlar a vida de quem se dobra aos seus pés. Ele dá, isso é fato, mas cobra caro por isso. Pode dar poder, dinheiro, mas tudo isso é temporário e não preenche o vazio que só Jesus pode preencher. Quem já teve uma experiência com Deus e abriu mão dela para aceitar as falsas promessas do mundo sabe que vazio é esse. Quem permanece em Cristo sabe que não há nada que possa substituir essa experiência. Não há palavras precisas para definir. É preciso viver e sentir isso.

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!