Traduza este blog

quarta-feira, 24 de março de 2010

Maná: Palavra Diária para Edificação



Ele salva, livra, e opera sinais e maravilhas no céu e na terra; ele salvou e livrou Daniel do poder dos leões. (Daniel 6: 27)

Amado(a), quem fez essa afirmação do texto em epígrafe é o rei Dario, que reinava em uma sociedade em que havia uma pluralidade de deuses. Mas nenhum deus era muito importante para ninguém. O rei Dario, na prática, detinha poder maior do que qualquer um desses deuses inventados e isso o envaidecia. Mas Daniel servia ao Deus vivo e era fiel ao seu Deus desde o início, quando fora trazido para a Babilônia e recusara, com seus três amigos, a participar das iguarias do rei para não desobedecer a Ele. A sua fidelidade a Deus era conhecida e os seus inimigos sabiam que era inflexível nesse ponto. O seu estilo de orar à vista de quem o quisesse ver facilitava obter provas contra ele se houvesse uma proibição contra isso. Por isso seus opositores, não encontrando nada de que pudessem acusá-lo, ao perceber que esse era o seu "ponto fraco", encontraram um meio de atacá-lo, instigando o vaidoso rei a promulgar um edito real e a confirmar a proibição fazer petição a qualquer deus, ou a qualquer homem, que não ao rei. Quem desobedecesse seria lançado na cova dos leões..
Entretanto, as estratégias dos seus inimigos foram frustradas, pois o Senhor livrou Daniel dos animais famintos, fechando-lhes a boca e o rei reconheceu quem é o Deus a quem Daniel servia. E isso só ocorreu porque Daniel vivia de uma maneira tão correta, que ninguém conseguiu encontrar vício ou culpa alguma nele.
Amado(a), não podemos evitar que levantem calúnias contra nós, mas podemos provar pela maneira em que agimos que as palavras daqueles que tentam nos difamar são mentirosas. Não é por força, nem nos igualando ao mentiroso, mas por nossas atitudes irrepreensíveis. O apóstolo Paulo mesmo dizia: "procure sempre ter uma consciência sem ofensa, tanto para com Deus como para com os homens" (Atos 24:16). Devemos manter nossa consciência limpa e nos manter fieis a Deus, pois assim como Ele livrou Daniel dos leões, Ele nos livrará da perversidade de quem tenta nos abalar. Por conta do seu testemunho de fé e de perseverança, da sua conduta reta e inabalável, os gentios conheceram o Deus de Daniel. Em vez de ser devorado pelos leões, Daniel foi promovido ao mais alto posto do reino. Assim como Daniel, também vivemos num mundo ao qual não pertencemos, cercados de inimigos espirituais. E por isso mesmo devemos ser sóbrios e vigiar porque o diabo, nosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar. Sofremos aflições, mas se formos inabaláveis como Daniel conheceremos a Glória de Deus.

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!