Traduza este blog

domingo, 14 de março de 2010

Maná: Palavra Diária para Edificação


“E Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento.” (Mateus 9:13)

Amado(a), Jesus, neste texto, deixa claro o propósito de Sua vinda: Ele veio para nos chamar ao arrependimento. Arrependimento é o ato de afastar-se do pecado, da desobediência e da rebeldia, voltando-se para Deus. Arrepender significa mudar de mentalidade. Não basta sentir remorso pesar por um comportamento passado, como fez Judas (Mateus 27:3). O verdadeiro arrependimento envolve uma ação de mudança de atitude, tomando uma direção totalmente oposta. O significado básico de arrependimento é “voltar-se ao contrário”; dar uma volta completa. Trata-se de abandonar os maus caminhos e voltar-se para Cristo, e, por meio Dele, voltar-se para Deus.
Arrepender implica tomar uma decisão de abandonar o pecado e de aceitar a Cristo como Salvador e como Senhor da nossa vida. O arrependimento envolve uma troca de senhores; do senhorio de satanás, conforme está em Efésios 2:2-3 “Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência. Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também.”, para o senhorio de Cristo e da sua Palavra “Para lhes abrires os olhos, e das trevas os converteres à luz, e do poder de Satanás a Deus; a fim de que recebam a remissão de pecados, e herança entre os que são santificados pela fé em mim.” (Atos 26:18).
Todos nós nos, algum dia, arrependemos de algo errado que fizemos no decurso de nossa vida. Arrependemos de erros, atitudes, decisões, palavras impensadas, compromissos insensatos...
Mas arrependimento implica ação de mudança. Se deixarmos o Espírito Santo nos tocar e nos mostrar o erro, certamente somos levados ao arrependimento, caso contrário, apenas seremos conscientizados de que nossas experiências nada serviram, a não ser para nos mostrar o quanto fomos tolos e precipitados em não ouvir a voz de Deus.

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!