Traduza este blog

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Maná: Palavra Diária para Edificação



Tu és toda formosa, meu amor, e em ti não há mancha. (Cantares 4:7)


Cantares é um dos três livros bíblicos atribuídos ao rei Salomão. Todavia, diferentemente de Provérbios e Eclesiastes, neste livro, o sábio faz uma alegoria ao amor. É uma rica poesia que enaltece e enobrece as relações humanas. Sobretudo eleva o sentido do sexo, segundo o desejo de Deus. Salomão não banaliza as relações, ao contrário, mostra como o sexo é algo puro e santificado. A idéia que se espalha pelo mundo sobre o sexo é de pecado, de algo proibido. Mas essa é a concepção que o diabo plantou, não é a concepção divina. Deus criou o homem e viu que não era bom que estivesse só, então criou a mulher e permitiu que eles se tornassem uma só carne. E satanás, para corromper a obra de Deus, fomentou a desobediência, o pecado, e adulterou na mente humana o sentido dessa união. O adultério, a prostituição, a lascívia e a obscenidade são frutos dessa corrupção. A idéia que se passa atualmente é que tudo é permitido e que tudo pode ser limpo. O que importam são os desejos, os interesses pessoais. O que vale é ser feliz, dizem muitos. Mas a verdade é que a palavra de Deus continua a mesma nos dias atuais, e certamente Salomão diria a poucas mulheres: “em ti não há mácula”. Não há como enxergar beleza onde não há respeito pela criação divina. E o corpo é templo do Espírito Santo, portanto, não deve ser maculado. Em Provérbios 30:20 adverte sobre o perigo da mulher adúltera: “Tal é o caminho da mulher adúltera: come, e limpa a boca, e diz: Não cometi maldade”. Certamente não é essa mulher exaltada em cantares, pois seu comportamento jamais seria digno de honra. Fazendo uma analogia com a Igreja e seu noivo, Jesus Cristo, entendemos que Ele jamais permitiria uma mancha que viesse a corromper sua Casa. O Senhor espera uma Igreja imaculada, sem se deixar contaminar pelos desejos da carne e que desonra o evangelho.
É preciso, pois, que cuidemos de nossas atitudes, de nossa forma de aceitar as perversões do mundo como algo natural, essa é a vontade do diabo, mas em hipótese alguma a de Deus.
Estas atitudes não são dignas de discípulos do Senhor Jesus. Amado(a), se você é Igreja, se é de fato convertido(a), é a noiva de Cristo. Salomão diria esses versos a você?


Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!