Traduza este blog

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Maná: Palavra Diária para Edificação




E será que, se ouvires a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu te ordeno hoje, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as naçöes da terra. E todas estas bençäos viräo sobre ti e te alcançaräo, quando ouvires a voz do Senhor teu Deus. Bendito serás tu na cidade, e bendito serás no campo. (Deuteronômio 28:1-3)


Amado(a), as nossas decisões de hoje afetam o dia seguinte e toda a nossa vida. Nesse texto, Moisés alerta o povo sobre a importância de ouvir a voz de Deus e de nao se deixar enganar por outras vozes. Mas a decisão de ouvir, e também de guardar os mandamentos, é sua. Lembre-se disso, porque toda e qualquer decisão afetará sua vida a partir dela. Faça um exame de sua vida e observe o que deixou de receber, ou que perdeu ao fazer uma opção, que pode não ter sido à luz da palavra. Quando escolhemos o mundo, não temos aquilo que teríamos na presença de Deus. Isso é certo, pois Tiago 4:4 diz: “Infiéis, não sabeis que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” A Bíblia diz em Filipenses 4:8 “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.”
Em Gálatas 5:19-21, está escrito “Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus.”
Por isso em 1 João 2:15-17 está uma firme recomendação: “Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não vem do Pai, mas sim do mundo. Ora, o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus, permanece para sempre.”
O Senhor ensina, por meio de Seus profetas. Ele manda recados em todo momento. Ele usa até o mais inusitado instrumento para que você não se desvie, mas não força a sua escolha. Ela será sempre de acordo com a sua vontade. Contudo, as consequências de sua opção são de sua inteira responsabilidade. A palavra de Deus ilumina, guia e instrui. É fonte de conhecimento e de bençãos. Entretanto, não basta apenas conhecê-la. É preciso praticá-la. Nela você tem um manancial seguro. Um manual completo. Você pode, contudo, escolher abrir o manual e fazer segundo o seu conhecimento e entendimento ou pode seguir à risca o que ele determina.
O que Moisés garante é que aquele que faz o que é recomendado nas escrituras será bendito na cidade e no campo. Terá todas as bençãos ordenadas pelo Senhor. As nossas mudanças de conduta, se observadas em perspectiva, podem nos ilustrar o quanto somos responsáveis pela nossa sorte e quão significativas alterações no futuro elas podem determinar.
Esse versículo é um recado de Deus para você, que ainda pensa que nada pode fazer, que tudo já está definido. Ainda há tempo de mudar o curso de sua história. Você pode deixar de ser uma pessoa derrotada, sem rumo, para se tornar um vaso de bençãos nas mãos do Senhor. As bençãos já foram determinadas, mas cabe a você escolher abrir ou não a porta para recebê-las.
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!