Traduza este blog

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Maná: Palavra Diária para Edificação



"Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra." (II Timóteo 2:20)

Amado(a), Paulo, em suas cartas a Timóteo nos mostra como a casa de Deus deveria ser. E nos dá instruções de como nos comportar na Casa do Senhor: "...para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade." (I Timóteo 3:15)
Segundo o apóstolo, a Casa de Deus é uma casa onde se pode encontrar pessoas de todo modo, e a responsabilidade dos que buscam a Verdade é se afastarem do erro para se reunirem com aqueles que o fazem de coração puro (ou purificado desses erros). Nesse sentido, ele fala de separação. Ele mostra claramente que nem todos que frequentam a Casa de Deus são de Deus. Ser frequentador não é o mesmo que ser servo. Muitos fazem da Igreja apenas um lugar de encontro social e não aproveitam o grande tesouro que ali encontram. Paulo também nos lembra que nos "últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;" (I Timóteo 4:1)
Isso é facilmente perceptível em pessoas que apenas se convencem ou usam a palavra de Deus à sua moda, sem se converterem de fato. A verdade é que, quem se converte verdadeiramente ao Senhor Jesus, não se deixa convencer por nenhuma outra doutrina, nem pode ser seduzido por nenhuma conversa de quem não testemunha o evangelho vivo em sua vida. Paulo nos alerta sobre as atitudes de quem se diz cristão, mas nunca se firma. São pessoas que mudam de atitudes ao sabor do vento e se comportam pior do que os ímpios. Por isso o apóstolo nos lembra: "que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos." (II Timóteo 3:1-5) E nos mostra a característica dos homens que podem ser enquadrados nesse texto: amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. E assim recomenda-nos: “Destes afasta-te”.

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!