Traduza este blog

sábado, 16 de janeiro de 2010

Maná: Palavra Diária para Edificação



Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares. (Josué 1:9)

Amado(a), como nós somos incrédulos quanto as promessas de Deus em nossas vidas! Quando o povo saiu do Egito rumo à Canaã, Deus fez tantos sinais, exatamente para que eles cressem em Deus e no Seu poder, para que no momento de dificuldades, isto viesse trazer mais fé no seus corações, mas bastava um sinal de dificuldade, eles logo retrocediam e se esqueciam dos sinais de Deus no seu meio. Quantos de nós não agimos assim? Nós temos uma facilidade muito grande em esquecer os feitos de Deus em nosso meio, nós esquecemos de onde Deus nos tirou, esquecemos de quem éramos e quem somos agora, da transformação de Deus em nossa vida. Não somos capazes de nos lembrar de como Ele nos tomou no colo quando estávamos num momento difícil, sem família, sem emprego, sem apoio e nos deu amigos, pessoas com quem pudemos contar na hora da dor. Quando vêm os problemas, somos imediatistas e nos esquecemos das promessas.
Deus prometera que onde eles pisassem a sola do pé, entregaria em suas mãos. Mas os espias passaram a contar as dificuldades que encontrariam naquele lugar, e tiraram o foco da benção e puseram nas dificuldades, e elas passaram a ser maior do que a benção. Quando nós olhamos as dificuldades, não vemos a benção de Deus. É preciso lembrar que o Senhor Jesus sempre nos advertiu que no mundo teríamos aflições, e que as coisas de Deus para nós, são conseguidas através de esforços, nós devemos nos esforçar, foi isto que Deus falou com Josué: tão somente sê forte e corajoso (Josué 1:9).
Quantas coisas perdemos porque não persistimos. Pedimos a Deus e não esperamos que Ele nos entregue: afastamo-nos, damos-lhes as costas e quando o anjo passa não nos encontramos no lugar. Pedimos um emprego, mas não confiamos que Ele nos dará o melhor, então buscamos alternativas. Pedimos um companheiro(a) e não esperamos em Deus, tomamos o que nossos olhos alcançam, sem considerar o que isso pode significar como conseqüência. Amado(a), algumas coisas precisam ser consideradas para não nos afastarmos do lugar da bênção:
Em primeiro lugar: não devemos ignorar as dificuldades, elas são reais, e muitos desistem por conta delas. Mas quando nós as reconhecemos lutamos, e se lutarmos, teremos chance de vencer, se não lutarmos, seremos derrotados antes mesmo de começar, por isso, não ignoremos as dificuldades.
Segundo é preciso saber que Deus pelejará por nós: Se Ele se agradar de nós, então nos porá nesta terra, e no-la dará; terra que mana leite e mel. Com o Senhor, podemos todas as coisas, ainda que o inferno inteiro se levante contra nós, eles vão cair por terra em nome de Jesus. Deus é conosco e irá pelejar por nós. É preciso também ponderar que maior a luta, maior a vitória e se a benção é muito boa, as dificuldades são enormes, mas se Deus está no negocio, Ele nos diz: não temas, crê somente. Se Ele é o nosso general, a vitória é certa.
Em terceiro lugar: é necessário crer no poder de Deus. Não devemos ser rebeldes contra o SENHOR, e não temer as armadilhas do inferno, Em quarto lugar é preciso lutar. Não adianta reconhecer as dificuldades, não adianta saber que Deus é conosco, não adianta crer no poder de Deus e ficarmos parado, esperando as coisas aconteceram. Pessoas inteligentes e que tem discernimento, quando as coisas estão difíceis, analisam a situação, oram, e lutam, sabendo que Deus irá a frente, e mesmo que os gigantes se levantem, mas eles irão cair. Então a ordem de Deus é: lute e jamais saia do lugar onde Deus lhe reservou. A bênção será entregue se você não desistir!
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!