Traduza este blog

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Como cantaremos a canção do SENHOR em terra estranha?(137:4)



Amado(a), o salmista retrata nesse Salmo o período do cativeiro na Babilônia, provavelmente logo após a queda de Jerusalém em 586 a.C. Nesse momento histórico, os judeus estavam no cativeiro e, ao se lembrarem do templo em Jerusalém, não sentem a vontade de cantar louvores na terra estranha. O salmista se reporta ao fato de que o povo no cativeiro sente saudades de Sião, e não consegue cantar com alegria no cativeiro na Babilônia, porque, para eles, seria uma grande traição esquecerem-se de Jerusalém.
E é também assim que nos sentimos quando estamos distantes de nosso povo, quando nos encontramos em terra estranha. Quando nos ajuntamos com os ímpios, quando nos distanciamos da comunhão com o povo de Deus também não nos sentimos à vontade para cantar louvores ao Senhor. E assim vamos nos distanciando e dando lugar às coisas do mundo e nosso coração fica cada vez mais entristecido. Mas como é bom estar junto do povo de Deus! Como é bom estar em família!


Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!