Traduza este blog

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade; porém não useis da liberdade para dar ocasião à carne; sede, antes, servos uns dos outros, pelo amor.” (Gálatas 5:13)


Amado(a),
Antes de entender sobre o Reino de Deus e de ter em nossos corações o chamado consciente para sermos filhos de Deus compreendendo a profundidade do sacrifício de Jesus, não tínhamos liberdade. Achávamos que liberdade era fazer o que quiséssemos, ir aonde tivéssemos vontade, andar em turmas que viviam de escarnecer os outros, contar piadas que desmereciam as pessoas, fazer todas as coisas, na hora que entendêssemos e da forma que achássemos certa. Mas esta liberdade de fato não era real porque muitas das coisas que fazíamos, não preenchiam de fato o vazio que havia em nossos corações. Quando decidíamos deixar de fazer qualquer das coisas que fazia parte de nossa rotina, aí víamos que não era possível, estávamos presos sem conseguir deixar de praticar tais coisas: vícios em jogo, drogas licitas ou ilícitas, relacionamentos que não nos faziam bem, atitudes que passaram a nos escravizar e chamávamos de liberdade. Então Jesus entrou em nossas vidas e nos comprou com seu sangue. Como propriedade exclusiva Dele, tivemos nossas vidas limpas e libertas e assim continuamos a ser limpos e libertos diariamente. Hoje podemos decidir o que fazer e também podemos decidir deixar de fazer algo que não nos faz bem. Somos livres porque nada nos prende, apenas o amor do nosso Pai. Mas somos advertidos que fomos chamados para a liberdade e que tal liberdade deve ser usada com sabedoria. Não devemos usar como argumento a liberdade que temos para pecar e dizer que seremos perdoados porque Deus é misericordioso. Sejamos servos um do outro, sendo atenciosos com as necessidades do próximo, permitindo que a comunhão com nossos irmãos nos faça melhores cristãos todos os dias.
Deus lhe abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!