Traduza este blog

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

“Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.”(Salmos 127: 1)


Amado (a), a casa significa o nosso espaço de comunicação, comunhão, convivência e afetividade. Entretanto, atualmente, mesmo com todos os recursos humanos, tecnológicos, científicos, a família sem se desagregado visivelmente.
O ser humano anseia por encontrar um lugar de refúgio, de convivência e de paz no lar, mas ao que parece, a casa a cada dia , está mais distante dessas pretensões.
Tem faltado uma presença sustentadora, fortalecedora, renovadora e reintegradora de Deus nos lares. Cristo, que deve estar como o centro de reconciliação da vida e reintegrador da comunhão com o Pai, tem sido deixado de lado pelo computador, pela TV, pelo futebol, pelas ofertas do mundo...
Palavra de Deus é fundamental na vida familiar, e proporciona condições para a convivência por meio da graça, do amor, da tolerância, do acolhimento e do perdão. E em muitos lares ela tem sido negligenciada.
Podemos ter todo o dinheiro necessário para a provisão de nossas necessidades, podemos ter poder, bens materiais, status e aquilo que nosso coração anseia, mas se o Senhor não estiver em nossos lares, nada disso se aproveita. Podemos trabalhar dia e noite e colher o fruto do que semeamos, contudo, tudo isso se torna inútil quando nos afastamos de Deus. Nenhum aparato, por mais moderno e sofisticado que seja, substitui a segurança advinda do Guarda de Israel. A segurança e a paz que necessitamos só pode ser realmente desfrutada se estivermos em sintonia com Deus. Jesus é o nosso bem maior e Ele nos garante tudo o que precisamos. O resto é sedução do mundo. É engano do seu príncipe e só nos torna dependentes do que jamais poderemos ter de fato longe do verdadeiro e único Deus.

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!