Traduza este blog

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

“Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria.”(Salmos 126: 5)




Amado (a), o salmista insiste que aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos. Quantas vezes suplicamos ao Pai pela solução de um problema em nossa vida, pela cura de um enfermo, pela conversão de nossos familiares e nos debulhamos em lágrimas esperando a ação de Deus que parece não chegar nunca? O certo é que Deus é fiel e suas palavras são verdadeiras, e se estamos em comunhão com Ele, nossas petições, ainda que regadas com nossas lágrimas, serão aceitas e atendidas para a honra e a glória do Senhor. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã, diz o salmista, sabendo ele próprio que as lutas são necessárias ao nosso crescimento espiritual e que elas nos fazem mais fortes para receber e valorizar as nossas conquistas que estão alicerçadas em Deus e não nas nossas próprias forças.
Essa palavra nos remete á missão do cristão: a de obedecer ao que Disse Jesus: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura. (Marcos 16: 15)
Ela nos mostra que ser missionário é aceitar desafios e esquecermos as dificuldades, apoiando-nos no Senhor da obra, pois só Ele sabe como usar os nossos defeitos e trabalhar os nossos problemas.
Quantas vezes semeamos com olhos cheios de lágrimas e nos perguntamos: Por que, Senhor? Mas é na nossa fraqueza que o Pai se mostra e nos faz ver que depois da chuva vem a colheita. Nossas lágrimas regam nossa plantação e nos conduz à alegria da mesa farta, na presença do Senhor. Aleluia!
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!