Traduza este blog

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me amar será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele. João 14:21





Vivemos uma guerra, cujas armas são os discursos e a manipulação da palavra para enganar, iludir, ou atacar pessoas ou grupos que pensam diferente. Falando em democracia e em direito de expressão, grupos ou indivíduos agridem, isolam ou condenam os outros sem dar-lhes o espaço para manifestações divergentes. A palavra democracia se transformou em argumento para calar o outro retirando-lhe o direito de não concordar com seu antagonista. Mas a Palavra de Deus nos ensina que devemos, por amor, aceitar as diferenças, ainda que não concordemos com elas. Aquele que ama faz a vontade de Deus manifesta a paz e não a guerra. Se dizemos que amamos a Deus, devemos manifestar isso em nossas palavras e atitudes, pois santidade é uma obrigação do cristão e não é uma opção. Devemos levar a paz aonde formos, e teremos o que nos ensina Jesus em Mateus 10:13

E, se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; mas, se não for digna, torne para vós a vossa paz.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!