Traduza este blog

sábado, 14 de julho de 2018

Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças; porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. 1 Tessalonicenses 5: 16-18



O apóstolo Paulo nos mostra com seu próprio exemplo que devemos alicerçar nossa vida no espírito de gratidão. Devemos compreender, assim como esse apóstolo que era Deus que ministrava por intermédio dele. Era Deus nele. E assim nos ensina a agir com temor e gratidão e não exclui os momentos de tribulação, de perseguições e angústias pelos quais tiveram que suportar. A gratidão demonstra o nosso reconhecimento da dependência de Deus, pois é a Ele que nós devemos o que somos e o que temos. Somente uma pessoa que desenvolve um autêntico espírito de gratidão consegue ser grata genuinamente e não só em discursos. Quem não é desenvolvido espiritualmente, quem não cresceu espiritualmente, não entende o significado da gratidão e apenas consegue repetir as palavras de gratidão, mas não as manifesta em suas atitudes. Na vida pessoal, secular e na Igreja temos um chamado à gratidão, conforme nos diz o salmista: 

“Dar-te-ei graças na grande congregação, louvar-te-ei no meio da multidão poderosa.” Salmo 35:18

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!