Traduza este blog

terça-feira, 13 de junho de 2017

Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas. Romanos 2:11

Nós julgamos pelo que nossa limitada visão e compreensão do mundo nos permite, mas o Senhor enxerga além da aparência. É isso que nos diz o apóstolo Paulo nesse texto em epígrafe. Deus não escolhe pessoas para fazer a Sua Obra conforme a nossa compreensão. Ele sempre escolhe pelo coração, nunca pela aparência, não vê como nós vemos e por isso nos surpreende. O próprio Senhor Jesus nos mostrou como as Suas escolhas nada têm a ver com as nossas, pois não olhou a posição, o nível de instrução, a moral, ou a aparência daqueles com quem comia ou andava. Essa foi a crítica dos fariseus contra Jesus. A Bíblia relata que Ele se hospedou na casa de Zaqueu, um coletor de impostos odiado em Jericó. Mas isso não significa que Ele compactuava com as atitudes daquele homem. Entretanto, vemos que a vida dele e seus caminhos mudaram quando se encontrou com Jesus, porque soube aproveitar sua oportunidade de salvação, se levantou e declarou sua fé. Ao contrário do que fez Jesus, fazemos acepção de pessoas, quando nos recusamos a mostrar ao próximo o verdadeiro Evangelho. Afastamo-nos daqueles que precisam conhecer a Palavra de Salvação, porque colocamos uma barreira entre nós, o Evangelho e as pessoas que precisam da misericórdia do Altíssimo. 


O caminho de Deus é perfeito, e a palavra do Senhor refinada; e é o escudo de todos os que nele confiam. 2 Samuel 22:31




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!