Traduza este blog

sábado, 10 de junho de 2017

E Paulo ficou dois anos inteiros na sua própria habitação que alugara, e recebia todos quantos vinham vê-lo; Pregando o reino de Deus, e ensinando com toda a liberdade as coisas pertencentes ao Senhor Jesus Cristo, sem impedimento algum. (Atos 28:30-31)



O texto em epígrafe corresponde aos dois versículos finais do Livro de Atos, escrito por Lucas, todavia, percebemos que ele não sinaliza o final de um livro, como de praxe. Isso nos faz refletir sobre a incompletude deste livro e nos mostra que ele ainda está sendo escrito por todos aqueles que fazem parte da Igreja iniciada pelos apóstolos. Paulo ficou ali um tempo ensinando com liberdade as coisas do Reino e ainda hoje temos essa liberdade para levar adiante as Boas Novas. Embora tenha sido perseguido e preso várias vezes, o apóstolo jamais se deteve em sua determinação de pregar a Palavra do Senhor. Pregava nas ruas, nas praças e sinagogas. Pregava nas prisões e pregava enquanto esperava ser ouvido por César em Roma. Somos nós que continuamos a escrever a história da Igreja do Senhor Jesus. Não podemos mais usar desculpas ou subterfúgios para negligenciarmos a nossa missão de anunciarmos o Reino de Deus. O Trabalho, a Família, o tempo, as condições físicas, financeiras ou Intelectuais, tampouco as inevitáveis lutas do dia a dia podem ser justificativas para nossa omissão. Nada pode ser pretexto para cumprirmos com a nossa missão. Precisamos nos espelhar no apóstolo Paulo que mesmo sem poder sair de casa ou da prisão não deixou de cumprir a sua missão. Ele nos lembra de que a cada um Deus deu pelo menos um dom a ser usado em prol do Reino. Mesmo se estivermos presos de alguma forma, o Espírito Sando nos capacitará e nos orientará sobre como podemos agir. Lembremo-nos, pois, do que Deus nos diz por meio de Moisés em Deiteronômio 31:8

O Senhor, pois, é aquele que vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!