Traduza este blog

terça-feira, 2 de maio de 2017

Disse-lhe Simão Pedro: Senhor, não só os meus pés, mas também as mãos e a cabeça. João 13:9



A Bíblia narra que quando Jesus chegou a Pedro para lavar seus pés ele este recusou a deixar Seu Mestre fizesse isso, mas quando Jesus afirmou que precisava ser lavado para ter parte com Ele, Pedro mudou de ideia e quis que o Senhor lhe lavasse não só os pés, mas todo o corpo. Entendendo que precisa ser lavado para ser purificado, Pedro não queria arriscar a rejeição pelo Senhor. Contudo, Jesus explicou que só precisava lavar o que ainda estivesse sujo. Se Jesus só lavou os pés dos Seus discípulos era porque a maioria já estava purificada. Somente um deles, Judas, não manteria comunhão com Cristo porque, apesar de também ter seus pés lavados por Jesus, tinha o coração sujo, dominado por Satanás. Ao lavar os pés daqueles que assumiriam a missão de levar o Evangelho, Jesus deixou claro que também eles precisariam assumir uma atitude de santificação e de humildade para que, assim como o Mestre, fizessem discípulos. A atitude de Pedro nos faz refletir também sobre a necessidade de equilíbrio. Pedro foi de um estremo ao outro, da recusa a ser lavado, ao excesso. Assim como o discípulo impetuoso que, depois de se converter e aprender a equilibrar seus sentimentos e atitudes, tornou-se a pedra de edificação da Igreja estabelecida por Jesus, nós também precisamos desse equilíbrio. Não podemos ficar nos estremos, uma hora servos obediente, outra hora rebeldes inconscientes. O Senhor espera de nós uma obediência refletida e assim como o salmista possamos dizer .


Inclinei o meu coração a guardar os teus estatutos, para sempre, até ao fim. Salmos 119:112

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!