Traduza este blog

sábado, 25 de março de 2017

E toda a multidão procurava tocar-lhe, porque saía dele virtude, e curava a todos. Lucas 6:19


Jesus veio numa época em que, apesar de tanta religiosidade, o povo vivia um vazio muito grande, sem Deus, num período de carência da Palavra e de fome de compaixão. A Bíblia narra que as pessoas eram atraídas por essa compaixão de Jesus, por Suas palavras, por Seus ensinamentos, por Suas curas, pelo Seu imenso amor e misericórdia, jamais vistos em outro homem. E essa expressão de poder em Jesus era tão grande que a multidão o seguia e indivíduos se empenhavam em estar perto em busca de um simples toque. A multidão queria tocar em Jesus porque sabia que Dele saia virtude e a cura era certa, como aconteceu com aquela mulher que há muitos anos tinha um fluxo de sangue e foi curada porque tocou na orla do vestido de Jesus. Ela foi curada, não pelo ritual do toque, mas pela fé que a levou a tocar no Senhor, fonte inesgotável de vida e virtude. Muitos doentes saiam de longe, enfrentavam obstáculos, concorriam com a multidão que se aglomerava em torno Dele porque criam no Seu poder de cura. Mas embora curasse, por compaixão aqueles que estavam doentes, Jesus queria alcançar os doentes da alma. Sua missão é muito maior do que curar as feridas físicas. No mundo de hoje, apesar de tantas descobertas cientificas, as de tanta evolução da medicina, as pessoas estão seriamente acometidas pelas doenças da alma que prevalecem. Mas a questão é que buscam o socorro em pessoas ou coisas que são fontes esgotáveis, que trazem alegria passageira, e como consequência um mal maior, a depressão, o desespero... Mas Jesus continua sendo uma fonte inesgotável e basta um simples toque no Mestre para que a cura seja completa. –Ele levou nossas enfermidades na cruz do calvário. É o médico dos médicos e veio para não só para curar os enfermos, mas para apregoar liberdade aos cativos, dar vista aos cegos, a pôr em liberdade os oprimidos, a anunciar o ano aceitável do Senhor. Porque como anunciou o profeta Isaías 53:4:

Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!