Traduza este blog

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Ouvi: Eis que saiu o semeador a semear. Marcos 4:3


Jesus ministrou os ensinamentos do Reino, muitas vezes, usando o recurso de parábolas, histórias para ilustrar verdades espirituais. E uma das parábolas mais conhecidas é a parábola do semeador, registrada por Marcos, Mateus e Lucas. Mas a importância desta parábola está no fato de da sua compreensão ser fundamental para o entendimento de todas as outras narradas por Jesus. Jesus usa a história de um fazendeiro que saiu a semear e parte da semente caiu à beira do caminho, onde as aves a comeram. Outra parte caiu sobre a pedra e, secou por falta de terra e de umidade depois de germinar. Outra caiu no meio dos espinhos que a sufocaram. Mas uma parte caiu em boa terra, cresceu e produziu a cento por um. Jesus explica aos discípulos de forma bem clara o significado dessa parábola. A semente é a palavra de Deus. O semeador é aquele que leva a palavra. A palavra que caiu à beira do caminho são os que a ouvem, mas deixam que o diabo a tire do coração. A que caiu na pedra são os que recebem a palavra, mas não deixam que ela crie raiz, aceitam-na com entusiasmo, mas na hora da provação se desviam. A que caiu entre espinhos representa os que a ouvem e não chegam a colher seus frutos, pois são sufocados com os cuidados, riquezas e prazeres mundanos. A que caiu na boa terra são os que abrem o coração para receber e retêm a palavra, por isso ela frutifica. A palavra/semente é a mesma, mas seu crescimento e fruto dependem de onde elas são semeadas. Do estado ou atitude de quem a recebe. O trabalho do semeador é colocar a semente no solo. O fruto produzido depende da resposta à Palavra. A incapacidade de suportar tribulações, a falta de profundidade, a falta de compromissos, a dureza do coração são impedimentos para que a palavra semeada frutifique em nós. Deus quer que frutifiquemos, para isso precisamos aguçar nossos ouvidos e permitir que a semente caia em terreno fértil.
Então disse ele: Vai, e dize a este povo: Ouvis, de fato, e não entendeis, e vedes, em verdade, mas não percebeis. Engorda o coração deste povo, e faze-lhe pesados os ouvidos, e fecha-lhe os olhos; para que ele não veja com os seus olhos, e não ouça com os seus ouvidos, nem entenda com o seu coração, nem se converta e seja sarado. Isaías 6:9-10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!