Traduza este blog

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Naqueles dias, havendo uma grande multidão, e não tendo o que comer, Jesus chamou a si os seus discípulos, e disse-lhes: Tenho compaixão da multidão, porque há já três dias que estão comigo, e não têm o que comer. Marcos 8:1,2


Bem ao estilo de quem escreve aos romanos, o evangelista Marcos narra o milagre da multiplicação com que Jesus alimentou uma multidão. Ao lermos essa narrativa vemos que  Jesus demonstra compaixão pela multidão que O segue, .ao perceber que estavam há dias sem se alimentar e se responsabiliza pelo suprimento dos que O seguem, mesmo diante da impossibilidade de alimentar naquele local deserto uma multidão faminta apresentada pelos discípulos. Depois de pedir aos discípulos que colocassem a Sua disposição o que tivessem, Ele organiza o ambiente do milagre, dá graças aos pães disponíveis e começa a distribuição aos discípulos que repassam à multidão os pães e peixes multiplicados de modo a saciar a fome dos presentes e a sobejar. Esse relato, mais do que um símbolo de comunhão nos traz à memória as várias situações nas quais Deus supriu o Seu povo com a multiplicação de alimento.  E nos faz refletir sobre o quanto estar disposto a ouvir e a confiar em Deus nos faz também receptores do milagre. Deus não nos deixa famintos, se tivermos dispostos a segui—Lo. E mais do que saciar nossa fome, multiplica os parcos recursos que são entregues a Ele. Jesus nos dá uma lição: diante da escassez, atravessando o deserto precisamos crer e exercitar o temor e a dependência de Deus, porque Dele vem o suprimento material e espiritual para nos alimentar o corpo e a alma. Jesus pode suprir plenamente todas as nossas carências de qualquer natureza. Mas precisamos compreender com esse episódio que o discípulo de Jesus é suprido para suprir. E que, como os discípulos devemos nos posicionar como um multiplicador, sem murmurar na escassez, sem desperdiçar na abundância, sendo generosos na partilha como nos mostra Salomão em Provérbios 22:9

O homem generoso será abençoado, porquanto reparte seu pão com o necessitado.

2 comentários:

  1. Obrigado pelas suas palavras, e muita Paz de Jesus.Dei uma passagem pelos seus blogs, o que muito me contenta ao ver o seu esforço por levar a Palavra atravéz da net, ainda não conhecia seu belo trabalho, mas me alegrou conhecê-lo. Disponha sempre, espero ficarmos em sintonia e partilharmos o que Deus nos tem dado.Irmã Aya desejo que Jesus continue a dar-lh muita graça e que o Seu amor inunde sempre o seu viver.

    ResponderExcluir
  2. Que Deus nos fortaleça sempre, para que a Sua Palavra seja comunicada!

    ResponderExcluir

Agradecemos o seu comentário!