Traduza este blog

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Então, Pilatos lhes soltou Barrabás; e, após haver açoitado a Jesus, entregou-o para ser crucificado. Logo a seguir, os soldados do governador, levando Jesus para o pretório, reuniram em torno dele toda a coorte. Despojando-o das vestes, cobriram-no com um manto escarlate; tecendo uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça e, na mão direita, um caniço; e, ajoelhando-se diante dele, o escarneciam, dizendo: Salve, rei dos judeus!” Mateus 27.26-29

Infelizmente, os príncipes dos sacerdotes se esmeravam em cumprir os rituais e se prendiam à letra da Lei, mas falhavam complemente em relação ao espírito. Seguiam as normas de purificação para que pudessem participar da festa da Páscoa, mas em sua cegueira, não viam que Cristo era o verdadeiro Cordeiro da Páscoa. Não compreenderam a mensagem Divina, tampouco souberam interpretar as profecias, ao tempo em que as cumpriram e não perceberam que ar o Salvador perderam o verdadeiro significada Páscoa. Estavam diante do Cordeiro e O imolaram. Pilatos, na tentativa de se livrar da responsabilidade, lavou as mãos. Todavia, precisamos aprender com ele que a responsabilidade é algo que nada nem ninguém pode nos tirar. Somos livres para escolher e até para nos omitir de uma escolha, mas estamos irremediavelmente presos às consequências de nossas escolhas, ainda que seja a escolha de não opinar. Quem se omite também é responsável pelos resultados dessa omissão. Quem escolhe seguir jesus paga um preço e também quem escolhe apenas observá-Lo passar pelo caminho. Escolher entre Jesus ou Barrabás e também não se pronunciar em relação a nenhum deles é uma escolha e qualquer uma delas nos traz consequências inevitáveis. Pilatos não se livrou da culpa porque lavou as mãos, todavia, com sua atitude fez coro aos que condenaram o Salvador. Quem se omite diante da Obra de Deus e quem nega o Salvador, ainda que Dele não fale mal é tão responsável quanto a multidão ensandecida que O condenou à cruz. Também chamam a si a responsabilidade aqueles que fazem o que previu o salmista em Salmos 22:7-8
Todos os que me veem zombam de mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo: Confiou no Senhor, que o livre; livre-o, pois nele tem prazer.


Igreja Cristã Manancial de Vida http://icmv.com.br/site/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!