Traduza este blog

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma? Mateus 16:26


Mateus registra que os fariseus e os saduceus, para  tentarem Jesus  pediram-lhe que lhes mostrasse algum sinal do céu e Ele os repreendeu, chamando-os de geração má e adúltera para a qual nenhum sinal a não ser o do profeta Jonas seria mostrado por serem tão hipócritas, por se mostrarem capazes de discernir a face do céu, e não conhecer os sinais dos tempos. Jesus advertiu os discípulos do fermento dos fariseus e saduceus, fazendo-os perceber que que se tratava de uma metáfora referindo-se à doutrina dos fariseus e se revelou aos discípulos, dando-lhes o poder de em Seu Nome fazer coisas que seriam validadas no Céu. Jesus disse aos seus discípulos: “Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me”, lembrando-os de que mais vale perder a vida para segui-Lo do que ganhar tudo neste mundo e perder a alma. As palavras do Senhor servem-nos de alerta para os tempos em que vivemos, quando vemos que as pessoas lutam insanamente para acumular riquezas, querendo cada vez mais, sem limites ainda que já tenham mais do que o suficiente. Lembremo-nos de que não há nada de errado em querer prosperar, em adquirir bens materiais, em almejar riquezas, mas o problema está em colocar esse objetivo como sendo o principal das nossas vidas. Há pessoas que já tem muito para viverem com privilégios e continuam agindo como se nada tivessem e se esquecendo de que são passageiras na terra e de que nada poderão levar deste mundo. Não nos esqueçamos de devemos buscar primeiro o Reino de Deus e de que todas as outras coisas nos serão acrescentadas, pois tudo aquilo que ganharmos aqui, como bens, dinheiro, títulos, diplomas, poder, honras, jamais serão um passaporte para vida eterna, por isso devemos agir como Davi
Tomarei o cálice da salvação, e invocarei o nome do Senhor. Salmos 116:13

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!