Traduza este blog

domingo, 1 de janeiro de 2017

Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco. Mateus 1:23

O evangelho de Mateus conta como foi o nascimento de Jesus, iniciando pela Sua genealogia. De acordo com as Escrituras Maria concebeu pelo Espírito Santo. E José, seu futuro marido, sendo justo, não queria difamá-la. Pensava em deixá-la secretamente, até que lhe apareceu um anjo do Senhor em sonho, e lhe disse para recebe-la como mulher, porque o que nela seria gerado é do Espírito Santo. A Bíblia diz que tudo isso aconteceu para que se cumprisse as escrituras, no que foi dito pelo profeta da parte do Senhor. Entretanto, ainda há os que não reconhecem em Jesus, o Emanuel anunciado pelos profetas ignorando sinais e indicações de quem, quando e onde viria o Messias, prenunciados em toda a Bíblia. Para alguns, Jesus foi somente um homem exemplar e há os que negam sua divindade, sob alegação de não foi chamado literalmente por Emanuel. Mas ao examinarmos a vida Desse homem e cotejarmos com as Escrituras encontramos um cumprimento completo de todas as profecias. Não foi por acaso que Mateus mencionou a genealogia de Jesus, indicando que viria da casa de Davi. Jesus nasceu em Belém, foi ferido por causa de nossas transgressões, morreu e ressuscitou ao terceiro dia. O próprio Senhor cita uma passagem de Jonas para referir-se a si mesmo e à sua ressurreição, ensinando-nos a interpretar as escrituras proféticas que chegaram até nós na forma de forma simbólica. "Pois, como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra" (Mateus 12:40). Lembremo-nos, pois do que que profetizou Isaias 7:14


Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!