Traduza este blog

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Assim lhe dirás: Isto diz o Senhor: Eis que o que edifiquei eu derrubo, e o que plantei eu arranco, e isso em toda esta terra. Jeremias 45:4


O livro do profeta Jeremias é um chamado ao arrependimento e à restauração. No capítulo 45, o menor capitulo do livro, Jeremias profetiza para Baruque, seu auxiliar, que vivia uma situação angustiante e precisava ouvir uma Palavra vinda do Senhor. A situação de Baruque é semelhante a que vivemos. Também somos provados por Deus a todo momento, no nosso cotidiano. Deus permite certas circunstâncias em nossas vidas, para que seja exposto o que está no nosso coração. Só conhecemos verdadeiramente as pessoas ao nosso redor, não pelo que elas dizem de si ou de suas teorias acerca da sociedade, mas, quando vemos colmo reagem diante de situações de extrema pressão. As suas atitudes descrevem seu verdadeiro caráter. A palavra que Jeremias entrega a Baruque nos faz refletir sobre o que tem afligido nossas almas. A exaustão física, emocional e espiritual, nos leva a pensar na provação de Jesus no deserto, quando, na forma humana foi tentado no corpo, na alma e no espírito. Vemos que Jesus sofreu as aflições no corpo e resistiu, porque não se deixou dominar pela mente. Baruque sofria porque se deixava dominar pelo desejo de grandeza, ao contrário de Jesus que repreendia o mal antes que ele lhe atingisse a alma. Vivemos dias maus e insistimos em querer grandezas, mas a palavra de Deus a Baruque, é uma resposta para muitos de nós, pois o tempo não é de reconstrução, mas de destruição. Assim como Baruque sofria no tempo do julgamento de Israel, também sofremos com a injustiça desse mundo, com a corrupção, com a ganância e imoralidade. Sofremos pelos governantes que nos iludem e nos roubam. Sofremos pelo pecado daqueles que não querem saber de Deus... Infelizmente muitos desistem  por não aguentarem as provações ou as privações, que são também uma forma de Deus nos provar. Mas as provações só podem ser recebidas com alegria quando compreendemos que elas são permitidas por Deus para um determinado propósito. Por isso Tiago corrobora o que nos ensina o profeta Jeremias.

Meus irmãos, tendo por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes. (Tiago 1:2-4)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!