Traduza este blog

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Melhor é que não votes do que votares e não cumprires. Eclesiastes 5:5


Salomão nos faz refletir sobre a insensatez de fazermos promessas e não cumpri-las. E isso deve alcançar todas as áreas de nossas vidas, mas, principalmente, deve ser motivo de reflexão em relação ao nosso comportamento em relação a Deus. Quantas vezes nos comprometemos com o Senhor e com Sua obra e depois, julgando que Ele não se importará e que compreenderá nossas limitações, deixamos de cumprir o voto ou compromisso feito. Precisamos saber que Deus não se agrada de promessas vãs e que é melhor assumirmos compromissos do que deixar de cumpri-los. Ninguém é obrigado a empenhar sua palavra por nada, mas se o fez tem o dever moral de cumprir. E isso vale para todas as situações e formas de relacionamento. Vale para um namoro, vale para os votos de casamento, vale para o pedido de empréstimo, vale para o compromisso de fazer algo, vale para a palavra dada em qualquer momento. Por isso Jesus nos orientou a falar o mínimo necessário e de forma assertiva:

 Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna. Mateus 5:37

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!