Traduza este blog

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Quem pode entender os seus erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos. Salmos 19:12


Uma das coisas mais difíceis ao homem é o reconhecimento dos próprios erros. Davi nos dá esse exemplo quando detecta as inadequações da sua própria vida espiritual, depois de glorificar e exaltar a perfeição do Criador. Sabemos que reconhecer os nossos próprios erros não é uma tarefa fácil. Em geral preferimos apontar os erros dos outros e buscar justificativas para as nossas falhas colocando nos outros as nossas culpas. Isso ocorre desde o Éden, quando Adão não assumindo a sua responsabilidade, colocou a culpa da desobediência em Eva e até no próprio Deus: “disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi”. (Gênesis 3:12). Essa tem sido a atitude de muitos políticos que colocam a culpa de seus erros nos assessores e adversários, ou de líderes ao tempo em que prometem o que não podem cumprir colocam a culpa das suas próprias dificuldades nos seus antecessores ou nos colaboradores. O mal iniciado por Adão e instigado por satanás está no nosso dia a dia, quando não assumimos a nossa parte na culpa. Mas Davi, apesar de todos erros cometidos, obteve o perdão e a misericórdia de Deus e nos ensina a compreender a vontade Dele, pois nos mostra que o Senhor não olha para os nossos pecados e sim para a sinceridade do coração arrependido. Quando pecamos, podemos escolher agir como Adão ou como Davi, pois Deus dá oportunidades a todos de, ao errar, reconhecer o erro, pedir perdão e buscar a reconciliação. A oração de Davi nos indica o caminho para a libertação dos erros, pois assim como nos ensina Paulo em 2 Coríntios 5:17-18


Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação;

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!