Traduza este blog

segunda-feira, 20 de junho de 2016

E cantavam juntos por grupo, louvando e rendendo graças ao Senhor, dizendo: porque é bom; porque a sua benignidade dura para sempre sobre Israel. E todo o povo jubilou com altas vozes, quando louvaram ao Senhor, pela fundação da casa do Senhor. Esdras 3:11


  Vemos em Esdras 1:5 que o povo se mobilizou e movidos pelo Espírito de Deus edificou a casa do Senhor em Jerusalém. O sentimento de alegria foi tão grande com aquela obra que, decisivamente, mudaria a história de Israel. Essa obra foi interrompida, mas o desejo de que o Tabernáculo estivesse de pé era meta de um povo que encontrava em Deus a sua força. E era desejo do Senhor que Seu povo construísse um lugar de júbilo e adoração. Deus sempre quis se relacionar com Seus filhos e ainda é Sua vontade estreitar a Sua relação com o Seu povo. Ciro, rei da Pérsia manifestou o desejo de edificar uma casa ao Senhor, para que se cumprisse a palavra de Deus pela boca de Jeremias por isso esse rei  declarou: “O SENHOR Deus dos céus me deu todos os reinos da terra, e me encarregou de lhe edificar uma casa em Jerusalém, que está em Judá”. (Esdras 1:2). Se antes, muitas eram as dificuldades enfrentada pelo povo para cumprir esse desejo de Deus, hoje temos o privilégio da liberdade de Culto ao Senhor e por isso não podemos negligenciar nossos momentos de culto e de adoração ao Senhor. Na Igreja, congregando com os irmãos, podemos jubilar e manifestar nossa alegria. O povo de Deus, apesar das lutas é um povo alegra porque priva da intimidade com o Criador, por isso deve considerar um privilegio poder estar continuamente em um ambiente de profunda presença e manifestação da glória Divina em busca da constante edificação.


“Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.”(1 Coríntios 14:26).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!