Traduza este blog

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Porque guardei os caminhos do Senhor; e não me apartei impiamente do meu Deus. 2 Samuel 22:22


Davi expõe sua devoção às maravilhas da lei e da palavra do Senhor e nos alerta sobre os mais variados benefícios que os estatutos e preceitos do Senhor trazem para a vida daqueles que buscam cumpri-los. Nem sempre nos damos conta de que somos atraídos para caminhos opostos, porque a sabedoria humana, intrinsecamente ligada ao mundanismo, concorre para suprimir a sabedoria de Deus revelada na Bíblia. No ambiente de trabalho muitas vezes as pessoas são levadas a pecar pelo amor ao dinheiro, chamado por Paulo como a raiz de todos os males (1Timóteo 6:10). A preguiça e o tal “jeitinho” são armadilhas pecaminosas, que levam à tentação de descansar no horário em que estão sendo pagos para trabalhar, ou então de mostrar serviço apenas quando estão diante do chefe. Quem assim age, mesmo pensando que faz apenas o que todos fazem, precisa rever suas atitudes para que possa afirmar como o salmista, pois não só está pecando contra a sua instituição, empresa, o seu patrão, ou às leis do estado, mas peca  diretamente contra Deus. A corrupção começa nos pequenos atos e como um câncer vai se alastrando em todo o organismo. Todavia, a Bíblia nos recomenda a fugir dessas práticas e nos afastar de tudo que se aproxima do mal. A nossa confiança deve estar em Deus, pois Ele haverá de suprir nossas necessidades e de alguma forma prover todos os recursos necessários para a nossa vida, trazendo contentamento e regozijo. Por isso, devemos fazer o que recomenda Paulo em  1 Timóteo 6: 10-11.


Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas, e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!