Traduza este blog

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Naqueles dias não havia rei em Israel; cada um fazia o que parecia bem aos seus olhos. Juízes 17:6







Quando não havia rei em Israel, cada um procedia segundo seu próprio entendimento. E hoje, se Deus não reina em nossas vidas essa situação se repete. Com o aval do livre-arbítrio o homem age conforme as suas preferências, e isso pode levá-lo ao desequilíbrio, que cria a desordem e a destruição. Infelizmente, é isso que temos visto na sociedade atual. Com a prerrogativa de poderem decidir até mesmo a que sexo pertencem, as pessoas agem como criadoras e não mais como criaturas. O que lhe parece bem aos seus olhos é o que julgam corretos e nessa esteira o que se tornou comum passa a ser normal, com a formalização e aquiescência de nossos legisladores que se sentem investidos de poder acima do poder de Deus, uma vez que se fundamentam na legitimidade de sua posição, afinal, foram investidos de poder pela sociedade criadora. Essa sociedade que faz comum e legitima o que contraria a Palavra de Deus. Se não há rei a quem reverenciar, há homens que agem conforme as suas concupiscências.   E há uma sociedade que distante da Palavra de Deus caminha para o abismo

Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. 1 João 2:16

2 comentários:

Agradecemos o seu comentário!