Traduza este blog

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

“Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo”. I Coríntios 11:1


 O apóstolo Paulo nos ensina uma lição exemplar: ter Cristo como referência de vida, assim como ele fez e assim sua vida foi transformada. Professores são formadores de opinião e pela posição que ocupam devem antes ter o maior cuidado com o que dizem ou fazem, por isso aqueles que que têm Jesus como referência têm a base para enfrentar as dificuldades que os alunos de hoje trazem para a escola, pois diante de todos os tipos de alunos, o Mestre sempre foi atencioso e firme. A Bíblia mostra que Ele deu atenção ao jovem rico e à mulher samaritana; ao religioso judeu e ao simpatizante gentio; ao escrupuloso fariseu e ao desconfiado publicano. Isso não significava mudar de método, de teoria, ou de princípios. Jesus atendia a todos de forma personalizada com a metodologia infalível: o amor! Jesus não compactuava com o pecado, mas nunca pregou ódio ao pecador. Não era conivente com os desvios, mas chamou à luz os desviados. O professor não precisa concordar com todos, mas deve aceitar e amar o diferente. Aos professores sempre foi atribuída uma grande responsabilidade e a necessidade de serem modelos em uma sociedade que tem perdido a sua base, a família. Por isso os professores precisam ter um modelo em quem se espelhar a fim de que possam atender à exortação de Paulo
"Aquele que ensina esmere-se no fazê-lo.” Romanos 12:7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!