Traduza este blog

sexta-feira, 26 de junho de 2015

" Expulsar-vos-ão das sinagogas; vem mesmo a hora em que qualquer que vos matar cuidará fazer um serviço a Deus”. João 16:2


Jesus não disse que seria fácil segui-lo, no entanto, muitas pessoas embaladas pela ilusão do evangelho a seu serviço, decepcionadas por ter suas expectativas frustradas, saem ou trocam de igreja, porque alicerçaram sua fé não em Jesus Cristo, mas na proposta deturpada de um “evangelho” de facilidades, quando de fato o que vemos é que não é fácil ser cristão. Se pesquisarmos sobre a vida dos primeiros discípulos de Jesus veremos que a maioria morreu de forma violenta: Mateus foi martirizado na Etiópia;  Lucas foi enforcado na Grécia; Marcos morreu depois de ser arrastado pelas ruas de Alexandria; Tiago foi decapitado em Jerusalém; Tiago, o Menor, morreu depois de  ser espancado até a morte em Jerusalém; Filipe foi enforcado na atual Turquia; Bartolomeu foi esfolado vivo em Albanópolis; André foi preso e morto em uma cruz,  na Grécia;  Matias foi apedrejado e decapitado em Jerusalém; Barnabé foi apedrejado até a morte pelos Judeus,  na Grécia; Paulo foi Decapitado; Pedro foi crucificado de cabeça para baixo, em Roma; João escapou da morte, depois de ser colocado em um caldeirão de óleo fervente, mas foi deportado para a ilha de Patmos. Ainda hoje muitos são mortos e martirizados por professarem a fé em Jesus e outros tantos ridicularizados por obedecerem ao Evangelho. São chamados de ignorantes, de fanáticos, de tolos, dentre outros adjetivos pejorativos porque comportam-se de forma diferente, na contramão do mundo.  E poucos são os que resistem e perseveram por isso Jesus indagava:

“Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?” (Lucas 18.8).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!